Quarta feira de cinzas e eu aqui esperando a apuração do desfile das escolas de samba do Rio.

O Carnaval foi como eu queria. Tempo fresquinho, chuvinha gostosa, programinhas tranquilos. Muita comilança, algumas biritas, muito filme na TV, enfim, tirei o atraso do descanso depois de duas semanas atribuladas.

Vi um pouco do desfile no domingo. A Unidos da Tijuca, com meu ex-colega Paulo Barros de carnavalesco arrasou na avenida!

Agora começa a apuração. Confesso que sinto falta do tempo que sempre rolava barraco nessa hora.

Os bicheiros donos das escolas, com suas bolsas capanga e as camisas abertas no peito para mostrar o cordão de ouro não admitiam qualquer nota menor que dez.

E faziam cara de enfezados, xingavam pra caramba e ameaçavam fazer e acontecer.

Agora está mais civilizado e mais sem graça.

Com o término do Carnaval, o ano novo no Brasil está oficialmente iniciado.

Feliz 2011 pra todos!!!

Ganhou a Beija Flor. Pra variar…  Não foi surpresa para ninguém.

A homenagem a Roberto Carlos foi puxação de saco explícita. Quem iria desclassificar a escola de samba que homenageava o Rei, já em idade madura? Ainda mais com a “Dona Grobo” por trás, dando o maior apoio.

Anfã…