Sacanagem do Multishow que não passou o show na íntegra!

Mesmo assim vibrei e cantei junto. Sei de cor TODAS as músicas dos Beatles. Todas mesmo. Talvez em duas ou três do antológico White Album a memória me falhe.

Nunca tive a chance de assistir um show ao vivo. Gostaria de ter assistido na Inglaterra, ou em algum país da Europa. Mas nunca aconteceu de eu estar lá quando tinha show.

No Brasil eu tenho um certo receio de me misturar a outros tupiniquins ensandecidos em show de ex-Beatle. Muita confusão, gente mal educada. O espírito de Odete Roitman se apossa de mim. hehehe…

Claro que no exterior também tem muita gente mal educada. Mas acho que eles estão mais acostumados. Paul McCartney para eles é mais normal.

Mas eu presto aqui minha homenagem. Graças aos Beatles eu aprendi inglês, que antes eu abominava e cursava Cultura Inglesa com uma tremenda má vontade.

Comecei a me interessar para entender o significado das letras das músicas. E terminei os sete anos de curso adorando esse idioma que é minha segunda língua.

Eu e minha amiga Márcia, companheira inseparável na beatlemania escutávamos incontáveis vezes os discos (lembram do LP?), para desespero de nossos familiares que devem ter decorado as músicas compulsoriamente.

Certa vez a Márcia, sem inspiração para fazer uma redação na aula de inglês, copiou a letra de Rocky Racoon inteirinha e tirou boa nota. Só conhece essa música quem é fã dos Beatles. Ainda bem que a professora não era!

Fui à Inglaterra algumas vezes. Não tantas quanto eu gostaria e nem por tanto tempo quanto eu gostaria. Mas adoro aquela terra de reis e rainhas, de campanhas lindas de proteção aos animais. Ingleses não são muito simpáticos com outros seres humanos, mas quando se trata de maus tratos a animais, eles levantam a bandeira.

Foi lá que eu conheci The Body Shop, empresa de cosméticos pioneira em se opor a testes com animais e em embalagens recicláveis. E também aprendi a não usar nenhum cosmético de empresas que fazem testes com animais. Azar da Lancôme que perdeu uma ótima cliente.

James Paul McCartney continua bombando do alto de seus sessenta e oito anos de vida! Exemplo para a garotada que está começando agora e volta e meia morre de overdose por puro vacilo.

A gripe está melhorando. Essa semana começo a hidroginástica. Voltarei para contar.

Ou não…