E eu aqui me esvaindo e imaginando como poderei suportar meses de calor senegalesco e uma conta de luz gigantesca, mesmo que eu ligue o ar condicionado só na hora de dormir!

Podia ser pior. Eu podia não ter ar condicionado.

Por que toda vez que eu resolvo fazer algum exercício físico eu fico doente? Por que, oh céus, por que?

Resolvi que nesse verão vou fazer hidroginástica. É um bom exercício aeróbico e tem baixo impacto nas articulações. Meu joelho podre agradece.

Foi só ir à academia e me decidir e… pronto! Estou com uma gripe daquelas, com cara de que não vai embora tão cedo.

Nesse calorão decidi parar com as caminhadas porque ninguém merece fazer marcha forçada com o sol queimando os miolos, e eu sei que não conseguirei acordar com as galinhas para pegar um sol saudável.

Além disso, minhas articulações estavam começando a reclamar do esforço. Velhice é fogo!

Sinto que estou ficando enferrujada, travada. Se eu não tomar uma providência logo não conseguirei nem calçar um sapato. Logo eu que sempre fui elástica.

Fui numa academia perto de casa. O preço está razoável e eu resolvi me matricular.

A moça que me atendeu perguntou o horário que eu queria. Quando eu falei ela me informou: “Olha, nesse horário só tem senhoras idosas. É melhor você ver outro mais compatível com a sua idade.”

Me senti tão jovem…  Outro benefício da hidroginástica é que não importa qual é a sua idade, você sempre será a mais jovem da turma.

Foi só eu tomar a decisão e me animar toda que as ziquiziras começaram a aparecer.

Primeiro foi um quisto, numa região bastante constrangedora que resolveu inflamar e tive que entrar no antibiótico e esperar a inflamação ceder.

Agora é essa gripe FDP que eu peguei.

Mas, como o verão está apenas começando, eu não desistirei. Semana que vem estarei lá, junto com minhas idosas coleguinhas!